Laser Hatching

Laser Hatching

Nos casos de fertilização in vitro convencional (FIV) ou de injeção intracitoplasmática de espermatozoide (ICSI), a partir do 5º dia após a ovulação ou coleta dos óvulos, o embrião (óvulo já fertilizado) se expande pelo acúmulo de líquido e de grande quantidade de células, tornando-se um blastocisto. Isso resulta na ruptura da zona pelúcida (membrana que reveste o embrião), no 6º ou 7º dia. Esse fenômeno, conhecido por hatching, deve coincidir com a janela de implantação (um período de aproximadamente 24 horas, onde a mucosa que reveste a cavidade uterina “endométrio” permite que o embrião se implante).

Devido à estimulação ovariana nos tratamentos de reprodução, ao invés de um, crescem inúmeros folículos (cavidades que contêm os óvulos e produzem o hormônio Estradiol, que estimula o desenvolvimento do endométrio). Os níveis supra fisiológicos de Estradiol, antecipam a janela de implantação, impedindo a gravidez, apesar dos embriões serem de ótima qualidade.

laser-hatching2

O laser hatching é realizado geralmente entre o 2º e o 4º dia após a coleta dos óvulos. Consiste no afinamento ou abertura da zona pelúcida, com raio laser emitido pelo microscópio, que facilita e adianta o hatching, contribuindo para a sincronização entre a janela de implantação e o hatching, aumentando as chances de gravidez.

Como notamos uma melhora nos resultados, após a implantação do laser hatching na clínica, em Fevereiro de 2005, hoje realizamos em todos os tratamentos.

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?